Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Oposição ameaça retardar votação de aumento de servidores da capital

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Cláudia Carvalho

A proposta de reajuste salarial de 10% para o funcionalismo municipal, prevista para entrar em votação na sessão de hoje na Câmara Municipal, pode não ser apreciada. Isso porque o texto dividiu a opinião dos parlamentares. O vereador Geraldo Amorim (PDT) disse ao Parlamentopb.com.br que defende a retirada de pauta da matéria para que o assunto seja mais discutido. Segundo ele, o aumento anunciado por Ricardo Coutinho (PSB) não contempla todos os servidores, como chegou a ser divulgado:

"A matéria não deve entrar em pauta hoje. O assunto não foi discutido o suficiente. Descobri hoje que o aumento é apenas para quem ganha menos de um salário mínimo e para o magistério, que é uma categoria das mais organizadas. A meu ver, essa proposta deve ser negociada com as demais categorias, antes de entrar em pauta. Isso é uma forma apresssada de analisar o aumento", resumiu.

Como exemplo da exclusão de servidores na proposta do aumento, Amorim citou a categoria dos engenheiros: "Eles tiveram um reajuste pequeno, alguns não receberam majoração alguma. E isso porque existe uma lei prevendo que nenhum engenheiro receberá menos que 8,5 salários mínimos", acrescentou.

Resposta – Enquanto Amorim reclamava, o vereador Ubiratan Pereira (PSB) defendeu o aumento e a apreciação do tema na sessão de hoje: "É preciso votar o reajuste para que a Secretaria de Administração tenha tempo hábil de implantá-lo na folha e permitir que os servidores recebam já no mês que vem".

Bira confirmou que o reajuste não é linear, mas defendeu a proposta como sendo "a única possível": "Não é um reajuste para todos os servidores, mas ele contempla 60% do quadro da administração municipal. Em nenhum Estado ou Prefeitura se houve falar de aumento. Aqui, esse percentual foi estudado, gera um impacto da ordem de R$ 1 milhão na folha e, apesar de não ser linear, é o que a Prefeitura pode oferecer".

Protesto – A galeria da Câmara Municipal foi ocupada por muitos servidores insatisfeitos com o reajuste. No momento em que o líder do Governo, Tavinho Santos, defendia a proposta, foi vaiado e ouviu vários protestos. Prejudicado pelos gritos, o vereador pediu que uma das cidadãs responsáveis pelos gritos, tivesse respeito e permitisse que ele terminasse sua fala:

"Essa é uma atitude desrespeitosa. Tenho um mandato porque tenho responsabilidade", declarou Tavinho Santos.

A resposta que ouviu da manifestante foi a seguinte: "O senhor está falando mentiras".

A argumentação do vereador dizia respeito ao limite prudencial observado pelo prefeito Ricardo Coutinho na concessão do reajuste: "A Prefeitura respeitou o limite prudencial. É preciso ter em mente que estamos em um momento de crise. Claro que gostaríamos de oferecer mais. Infelizmente, não é possível".

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

chuva agua FOTO Pixabay_

Paraíba inicia semana com alertas de acumulado de chuva

Polícia apreende quatro armas em operação na cidade de Bayeux

Polícia apreende quatro armas em operação na cidade de Bayeux

faxineira limpeza FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 447 vagas de emprego em 12 municípios paraibanos

Dia D contra a gripe - mais de 56 mil doses são aplicadas na Paraíba

Dia D contra a gripe: mais de 56 mil doses são aplicadas na Paraíba

Cineasta Toni Venturi FOTO redes sociais

Cineasta Toni Venturi morre aos 68 anos; velório será na Cinemateca

irã FOTO Pixabay

Helicóptero com presidente do Irã, Ebrahim Raisi, sofre acidente

mega sena FOTO marcello casal jr agencia brasil

Aposta de Casserengue ganha prêmio na Mega-Sena

porto alegre RS FOTO rafael neddermeyer agencia brasil

Baixa do Guaíba revela destruição e prejuízo em Porto Alegre

estrutura sao joao santa rita pb_

Prefeito sinaliza que vai descumprir recomendação do TCE-PB e realizar São João ‘milionário’

viaturas policia militar

Polícia localiza fugitivo em área de caatinga após troca de tiros em Malta