Operação prende 28 acusados de emitir carteiras de habilitação falsas

A Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil iniciaram nas primeiras horas desta segunda-feira, 14, a Operação denominada “Espelho de Prata” do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado – GAECO do Ministério Público Estadual da Paraíba, com a finalidade de coibir e reprimir a atuação de uma organização criminosa especializada na emissão fraudulenta de Carteiras Nacional de Habilitação.

Foram mobilizados mais de 400 policiais das duas corporações, sendo 230 PRFs, com 45 delegados e estão sendo utilizadas 100 viaturas operacionais, além de, um helicóptero, um ônibus e um guincho de plataforma, no cumprimento de mais de 90 mandados, de prisão, busca e apreensão que serão executados nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Alhandra, Itabaiana, Sapé, Guarabira, Rio Tinto, Pombal e Princesa Isabel.

Durante as investigações que iniciaram desde outubro de 2009, foram descobertos que os envolvidos no crime, são servidores públicos, donos de Centro de Formação de Condutores (Auto-Escolas) e despachantes, que agiam ilicitamente nas emissões desses documentos, onde se estima que milhares de carteiras de habilitação tenham sido emitidas irregularmente. Até o momento 28 pessoas já foram presas.

Todo material apreendido juntamente com os envolvidos no crime, estão sendo conduzidos para Central de Polícia de João Pessoa.

Mais informações e detalhes da Operação, serão divulgados na entrevista coletiva prevista para às 10h30 no auditório do novo prédio do Ministério Público em João Pessoa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.