Operação conjunta prende 18 pessoas, em S. José de Piranhas

Dezoito pessoas foram presas, nesta segunda-feira (31), no município de São José de Piranhas (no Sertão da Paraíba, a 492 quilômetros de João Pessoa) durante a operação “Carta Marcada”, realizada pelo Ministério Público da Paraíba e Polícia Militar. Além das prisões, foram apreendidos R$ 150,00 em espécie, 30 jogos de baralho e fichas coloridas.
   
De acordo com o comando do 6° Batalhão da Polícia Militar (BPM), entre os presos estavam donos de bares que promoviam jogos de azar nos fundos do estabelecimento, jovens e pessoas idosas que gastavam todo o dinheiro do benefício do INSS praticando a contravenção penal. Todas essas pessoas foram encaminhadas à delegacia da cidade, autuadas em flagrante e liberadas para responderem a processo em liberdade.
   
A operação foi realizada para atender à solicitação da Promotoria de Justiça de São José de Piranhas, que recebeu várias reclamações de que proprietários de bares estariam promovendo a contravenção penal e que aposentados e chefes de família estavam comprometendo suas rendas com os jogos de azar.
   
O MPPB também recebeu denúncias de que as jogatinas tinham o envolvimento de adolescentes. “Na época, recomendamos ao prefeito que, ao detectar o problema, realizasse a suspensão dos alvarás desses estabelecimentos e também chamamos os supostos donos das casas e recomendamos que eles se abstivessem de praticarem a contravenção.  Mas, eles desrespeitaram a recomendação e por isso, acionamos a Polícia Militar”, explicou o promotor de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa.
   
A operação foi iniciada às 11h e contou com a participação de vários policiais militares do 6° BPM, pelotão de choque, radiopatrulhas e viaturas da 3a Companhia de São José de Piranhas e polícia civil.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.