Oito são presos com 1200 “arrebites” na Paraíba

A Polícia Rodoviária Federal – PRF prendeu ontem oito pessoas envolvidas com o tráfico e comércio de entorpecentes. Também foram apreendidos 1.258 comprimidos em postos de combustíveis, bares e restaurante localizados às margens das rodovias federais no estado da Paraíba.

A Operação Pesadelo foi realizada simultaneamente em todas as rodovias federais do País, em parceria com os Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) dos Ministérios Públicos Estaduais, no período das 17 às 22h, com o objetivo de reprimir o tráfico, comércio e distribuição de entorpecentes nas estradas. Segundo a PRF, as anfetaminas são consumidas por motoristas, principalmente caminhoneiros.

As drogas são estimulantes da atividade do sistema nervoso central e fazem o cérebro trabalhar mais depressa, deixando quem as consome mais “ligado”, com menos sono. As substâncias são conhecidas como arrebite ou rebite, principalmente entre os motoristas que precisam dirigir durante várias horas seguidas sem descanso, a fim de cumprir prazos pré-determinados.

Na Paraíba, a PRF prendeu oito pessoas em flagrante, envolvidas com a prática desse crime e apreendeu 1.200 comprimidos de Cloridrato de Femproporex “Desobesi-M”, mais 58 unidades de Pramil, estimulante sexual cuja venda é proibida no Brasil e que geralmente é contrabandeado do Paraguai, além de um revolver calibre 38 e 13 munições.

As prisões e apreensões aconteceram nas rodovias BR-101, BR-104 e BR-230, nos municípios de Alhandra, Queimadas, Campina Grande, Soledade, Patos e Condado. Antes da ação repressiva, todos os estabelecimentos comerciais, instalados nas margens das rodovias, foram investigadas pela equipe do Núcleo de Inteligência da PRF que no período de 15 dias, detectou a comercialização das drogas nessas localidades citadas, onde foram presos os seguintes acusados: Antônio Wallace Serafim Costa, 38 anos; Javan Ferreira Travassos, 42 anos; José Delfino de Araújo, 53 anos; Erivan de Medeiros, sem documentos; Jodeval de Oliveira Lourenço, 47 anos; Fernando da Silva, 33 anos; Roberto Paulo, 42 anos e Sebastião de Mesquita Marques, de 34 anos.

Todos foram conduzidos para Delegacia de Polícia de acordo com a localidade onde houve o flagrante, e irão responder pelo crime de tráfico de drogas.

Em todo Brasil, a Polícia Rodoviária Federal sob coordenação da sua Divisão de Combate ao Crime utilizou um efetivo de 350 policias que nos 100 pontos investigados em 21 Estados, cumpriu 89 mandados de busca e apreensão que resultou na apreensão de 32.550 mil comprimidos estimulantes, 350 pedras de “Crack”, 16 armas de fogo e 60 pessoas foram conduzidas para Polícia Judiciária.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.