OAB descarta rumores sobre eleições indiretas para o Quinto Constitucional

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), Odon Bezerra, declarou neste sábado (26) que a OAB-PB não está “orquestrando nenhum tipo de manobra” para modificar o processo de escolha de desembargadores pelo Quinto Constitucional (Vaga destinada aos Advogados). Odon explicou que caso exista alguma reforma no sistema será apenas para ampliar os direitos dos advogados e que a eleição entre a categoria continua sendo direta.

 
“Os advogados fiquem tranqüilos, se houve algum tipo de reforma será para ampliar os direitos da categoria. Fica a garantia da Mesa Diretora da OAB-PB que a escolha será livre e soberana entre os advogados”, sustentou. 
 
“Então, esqueçamos a especulações e os rumores, por que este também é o posicionamento do Conselho Estadual da Ordem”, acrescentou.
 
Odon ressaltou que a questão entrou em discussão apenas para se adequar a uma resolução do Conselho Federal da OAB. Ele também esclareceu que o assunto não foi levado para a reunião do Conselho Estadual da OAB-PB na reunião desta sexta-feira (26).
 
“Devido à complexidade do tema e para não gerar qualquer tipo de especulação ou rumo, que algo está sendo feito as escuras, a questão não foi discutida na reunião do Conselho Seccional”, afirmou. 
 
O presidente acrescentou ainda que os advogados desqualifiquem qualquer tipo de mensagem ou email”s apócrifos, que “estes expedientes são apenas factóides e uma tentativa mesquinha de tumultuar uma gestão que realmente está trabalhando m prol dos advogados”.   
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.