Dom Manoel Delson

Dom Manoel Delson cursou Filosofia e Teologia em Nova Veneza (SP) e no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA). É licenciado em Letras e tem Mestrado em Ciência da Comunicação Social, em Roma, na Pontifícia Universidade Salesiana. É Arcebispo da Paraíba.


O amor não se esconde!

Depois do nascimento de Jesus, a Igreja celebra com alegria a Sua presença manifestada ao mundo. Uma estrela guiou os reis Magos até ao lugar pobre de Belém: “Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-Lo” (Mt 2,2). O Senhor pode ser visto até mesmo pelos povos mais distantes, a perturbação de Herodes que porventura venha se alojar em nosso interior dá lugar à alegria do amor de Deus que continuamente quer nos envolver, tirando-nos dos temores e das falsas alegrias.

A Epifania do Senhor revela-nos que Deus é luz e nos quer dentro desta luz: “Ergue-te, Jerusalém, e sê iluminada, que a tua luz desponta e a glória do Senhor está sobre ti” (Is 60,1). O caminho dos Magos do Oriente propõe-nos uma procissão que ainda hoje caminha, é a procissão dos homens e mulheres que conheceram Jesus, a luz do mundo. “Para encontrar Jesus, deve-se planejar um itinerário diferente, deve-se tomar outro caminho: o d’Ele, o caminho do amor humilde. E deve-se perseverar nele. Os Magos, tendo encontrado Jesus, regressaram ao seu país por outro caminho, diferente do de Herodes, distinto do caminho do mundo” (Papa Francisco). Mas o que almejavam esses Magos? Queriam só suprir a curiosidade do destino de uma estrela? Os Magos vão à frente dessa grande procissão que nos precede, eles inauguraram o caminho dos povos pagãos para Cristo. Eles buscaram algo a mais, não eram somente homens de ciência, não queriam agregar mais conhecimento; seus corações ansiavam o encontro com o amor na verdade. Eles seguiram a estrela de suas vidas. Aquela sagrada e forte luz que se acendeu na noite do Natal, começou a brilhar para eles e resplandeceu para o resto da terra. O Senhor tornou seu amor, outrora escondido na lapinha de Belém, visto e anunciado para todos os pecadores. Jesus é o sol que surgiu no horizonte da história para iluminar a existência pessoal de cada um de nós. Dentro do nosso coração há sempre o anseio pela verdade, ainda que nos iludamos com as trevas do pecado, nascemos para encontrar o Senhor, e Ele é perene luz que desponta na estrada da nossa vida.

O amor do Senhor não se esconde. É verdade que é um amor silencioso, mas incontido. Deus neste maravilhoso tempo do Natal do Seu Filho quer tirar as trevas de nossas vidas, presenteia-nos com o Seu próprio amor, o Seu perfeito amor desinteressado. Que Nossa Senhora nos ajude a amar a cada dia o Senhor. O amor a Deus exige conversão! Eis o caminho dos Magos do Oriente!

Comentários