Nonato diz estranhar movimentação de deputados para novo partido

O chefe de gabinete da Prefeitura de João Pessoa, jornalista Nonato Bandeira, disse hoje que o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) estranhou o fato de os deputados Manoel Júnior e Guilherme Almeida terem assinado a ata de criação do Partido Socialista da República (PSR). A informação foi publicada ontem pelo Parlamentopb, depois da confirmação de Guilherme, na Rede Paraíba Sat, e também foi veiculada na Folha de S. Paulo.

"Ricardo Coutinho ficou surpreso ao ver que os deputados, que estavam discutindo uma possibilidade de alianças e de apoiar outro partido, já estavam com um pé em uma outra legenda. Ouvi dizer que as fichas para filiação estavam passando no Cassino da Lagoa. É estranho estar em um partido, fazendo um movimento contestatório e ao mesmo tempo, estar fundando outro. A direção nacional tomou conhecimento pela imprensa", declarou Nonato, também na Rede Paraíba Sat.

Segundo Nonato, as reclamações de Manoel Júnior e Guilherme Almeida são criadas pelo desejo de ambos de apoiar José Maranhão (PMDB) à reeleição: "Eles querem apoiar um candidato de outro partido. Toda a confusão se resume a isso. Não há contestação administrativa, nem outra queixa. As críticas começaram depois que Maranhão assumiu o Governo", afirmou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.