Nivaldo aceita derrota e crê que resultado da eleição foi a vontade de Deus

O deputado estadual Nivaldo Manoel (PMDB) comentou hoje na manhã na Assembleia Legislativa o resultado da eleição do último domingo, quando não conseguiu se reeleger. Com 20.995 votos, o evangélico ficou na quarta suplência e praticamente sem chances de assumir o mandato em decorrência da licença eventual de algum colega. Mesmo assim, ele disse que agradecia à votação e que o dissabor eleitoral não alteraria a fé em Deus. Durante seu mandato, Nivaldo causou polêmica ao defender a obrigatoriedade da leitura da Bíblia na Casa de Epitácio Pessoa e fez vários discursos criticando as autoridades que ressaltavam o caráter laico do Estado.

– Quero deixar claro para toda a população evangélica, agradeço aos irmãos e também aos da igreja católica. Nesta casa não envergonhei a postura de um evangélico. Se alguém acha que perdeu-se uma pessoa do meu porte, não se preocupe porque da minha vida cuido eu e Deus. Estou feliz e não abro nem para um trem. Meu Deus vive e reina para sempre. Não tenho medo de enfrentar qualquer personalidade contrária à minha fé em Cristo. Vou até o final e onde o sangue der na canela. Estou firmado em um Deus forte e poderoso. A derrota não abalará minha fé. Minha votação foi extraordinária sem comprar votos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.