Netanyahu se diz vítima de golpe em início de julgamento

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou inocência no começo de seu julgamento por corrupção neste domingo (24) e disse que está sendo vítima de um golpe. É o primeiro processo criminal de um primeiro-ministro israelense na história.

Acompanhado por um grupo de ministros do Likud, seu partido, e falando de forma contundente, Netanyahu dirigiu-se às câmeras de televisão no corredor do tribunal antes de sentar-se no banco dos réus.

“Essas investigações foram contaminadas e costuradas desde o primeiro momento”. Ele é acusado de suborno, quebra de confiança e fraude em três casos de corrupção.

Do lado de fora do tribunal, separados por barreiras metálicas e policiais, centenas de apoiadores e opositores realizaram manifestações barulhentas. Gritos de simpatizantes de Netanyahu ecoaram pelo prédio da Corte.

Netanyahu, de 70 anos, foi indiciado em novembro do ano passado em casos envolvendo presentes de amigos milionários e por, supostamente, buscar favores regulatórios para magnatas da mídia em troca de uma cobertura favorável.

 

 

 

 

 

Por Agência Brasil, com Reuters

Foto: Allan Santos/Presidência da República

Comentários