Naufrágio de bote na Líbia mata mais de 100 pessoas

Mais de 100 pessoas desapareceram nas águas do Mediterrâneo no naufrágio de um bote no litoral da Líbia, informou hoje (11) à agência de notícias EFE uma fonte da organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Segundo o relato, outros 276 migrantes, que conseguiram sobreviver ao desastre, foram capturados pela Guarda Costeira líbia e levados a um centro de detenção onde permanecem custodiados em más condições. Entre eles há várias mulheres grávidas e um grande número de menores de idade.

A tragédia ocorreu no último dia 1º no litoral da cidade Khoms, um dos principais núcleos das máfias do tráfico de pessoas nos arredores de Trípoli, quando um dos abarrotados botes infláveis perdeu ar e começou a afundar.

Nos últimos meses, os navios de resgate gerenciados por Organização Não Governamentais internacionais foram obrigados a se retirar da rota, assediados pelos serviços da Guarda Costeira da Líbia e a pressão da União Europeia e do governo italiano.

Agência Brasil

Comentários