Na presidência há um idiota inútil, diz Boulos em ato no Rio Grande do Norte

“Se ele nos chama de idiotas úteis, eu digo que na presidência tem um idiota inútil”. Assim Guilherme Boulos (PSOL) definiu o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em aula pública promovida pelos sindicatos dos professores e servidos do IFRN (Instituto Federal do Rio Grande do Norte) na tarde desta quarta-feira (15) em Natal.

Durante 40 minutos, Boulos falou para milhares de pessoas que se concentravam no ginásio do campus central do IFRN. “O que está em pauta, hoje, não é apenas o corte no orçamento. Mas, sim, todo o conceito da nossa educação. O governo Bolsonaro quer formar peças que saibam apenas ler, escrever e contar. Não quer jovens pensantes, questionadores”, disse Boulos.

A declaração de Boulos é uma resposta ao presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que os estudantes que protestaram contra o contingenciamento de verbas, nesta quarta-feira (15), são “massa de manobra” e “idiotas úteis”. A opinião foi dada assim que ele chegou a Dallas, no estado norte-americano do Texas.

Segundo Bolsonaro, os manifestantes são manipulados por uma minoria que comanda as universidades federais. “É natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”, disse.

ParlamentoPB com Jornal do Brasil

Na presidência há um idiota inútil, diz Boulos em ato no Rio Grande do Norte

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.