Mulher descumpre isolamento, resiste à prisão e morde guarda: “Comunistas”

Uma mulher resolveu descumprir a quarentena neste final de semana, em Araraquara (SP), foi chamada a atenção pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) e resolveu reagir.

Ela agrediu os guardas, chegou a morder um deles e acabou algemada e conduzida à delegacia.

Durante a sua prisão, ela chamava os GCMs de “comunistas dos infernos”.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.