Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

MPT realiza audiências contra exploração sexual em Patos e Campina Grande

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Duas audiências públicas para coibir a exploração sexual de crianças e adolescentes foram realizadas na tarde de ontem pelo Ministério Público do Trabalho em Campina Grande e Patos. Em Campina Grande, onde acontece o Maior São João do Mundo, o procurador do Trabalho Marcos Antonio Ferreira de Almeida comandou a reunião com comerciantes e proprietários de barracas localizadas no Parque do Povo, que se comprometeram a afixar cartazes recomendados pelo MPT nos estabelecimentos durante todo o período de festas juninas.

A Lei n. 11.577/07 torna obrigatória a divulgação, por vários estabelecimentos, de mensagem relativa à exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes apontando formas para efetuar denúncias. O texto contido no letreiro será “Exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes são crimes. Denuncie já!”. O material divulgará, ainda, o Disque 100 para denúncias.

Cerca de 100 pessoas, entre comerciantes e representantes de órgãos públicos, participaram da audiência pública. “A audiência pública ora realizada reveste-se da mais alta relevância, uma vez que tem como objetivo maior conclamar o Poder Público e a sociedade civil organizada a combater o trabalho infantil, em todas as suas formas”, comentou o procurador Marcos Antonio.

Estiveram presentes, dentre outros, a representante da Secretaria Municipal de Assistência Social, Maria Auxiliadora Silveira Santos; o representante da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Gustavo Pontenelle, e os representantes de Conselhos Tutelares do Norte, Oeste e Leste, Kaline de Brito Barroso, Murilo Mendes e Zinaldo Gomes, Nascimento, respectivamente.

Segundo o procurador, o MPT estará atento e vigilante em relação ao problema durante os festejos juninos. “Buscaremos a responsabilização daqueles que porventura descumprirem a lei. Os infratores serão serão severamente punidos”.

Em Patos – No município de Patos, as procuradoras do Trabalho Myllena Alencar e Edlene Lins Felizardo comandaram audiência pública com mais de 20 proprietários de hotéis e motéis, quando foram firmados Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) em que esses estabelecimentos se comprometeram a barrar a entrada de menores e pedir a identificação dos frequentadores. Além disso, os motéis e hotéis também deverão afixar os cartazes contra a exploração sexual infantil recomendados pelo MPT.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

zezo rai saia rodada luan

São João de Bananeiras tem Xand Avião, projeto A Vontade e outras atrações

gate policia militar pb

Operação prende em João Pessoa um dos criminosos mais procurados da Justiça do Amazonas

Brasília - 22.05.2023 - Foto da Fachada do Congresso Nacional, em Brasília. Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil

Lula classifica de insanidade proposta que equipara aborto a homicídio

reporter mauricio ferraz

Fantástico repercute desabamento no Up Garden, em João Pessoa, que deixou 44 feridos

celular FOTO Pixabay

Jovem é morto em SP após ir a encontro marcado por aplicativo

lula presidente FOTO ricardo stuckert presidencia da republica

Brasil está pronto para acordo Mercosul e União Europeia, diz Lula

janones deputado FOTO renato araujo camara dos deputados

STF tem maioria para tornar Janones réu por postagens contra Bolsonaro

carretas pegam fogo br101 mamanguape 140624

Carreta que pegou fogo na PB continua na rodovia, parcialmente interditada, e motorista morre no hospital

henrique e juliano FOTO insta

Henrique e Juliano se apresentam no São João de Campina Grande, neste sábado

mega sena FOTO rafael neddermeyer agencia brasil

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 47 milhões