MPPB oferece 160 vagas para estágio remunerado

O Diário da Justiça desta sexta-feira, 14, trouxe o edital de abertura de inscrição para o processo seletivo de estagiários do Ministério Público da Paraíba. Estão sendo oferecidas 160 vagas para alunos dos cursos de Direito e da área de Tecnologia da Informação que tenham cursado 40% da graduação. As inscrições vão de 18 de maio a 2 de junho, das 8h às  14h nos escritórios da Instituição Euvaldo Lodi, empresa contratada para a realização do concurso, localizados nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos, Sousa e Cajazeiras.

O estágio para os alunos de Direito e para a área de Tecnologia da Informação será remunerado, e o valor da bolsa é de R$ 430,00, mais R$ 80,00 de auxílio transporte. Para acessar o edital, o interessado deverá consultar os sites do Ministério Público da Paraíba (www.mp.pb.gov.br) e o da IEL/PB (www.fiepb.com.br/iel), onde ficará disponibilizado o formulário de inscrição. 

De acordo com o edital, as vagas do estágio serão distribuídas às promotorias de Justiça e demais órgãos do Ministério Público nos pólos de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos,  Sousa e Cajazeiras e 10% das vagas são destinadas a deficientes físicos.

Seleção e contratação – O procurador-geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, prevê que no mês de junho aconteça a seleção, e entre junho e julho, a contratação de todos 160  aprovados para o estágio no Ministério Público. “Pela primeira vez, a gente tem de fato um programa de estágio remunerado dentro da instituição, onde haverá uma reciprocidade com os membros e servidores do Ministério Público dando apoio aos estagiários para que eles tenham acesso ao trabalho desenvolvido pela instituição. Ao mesmo tempo, eles nos auxiliam.

Ainda de acordo com o procurador, a seleção atenderá a pólos no Estado e cada um desses pólos têm seus municípios correspondentes. Das 160 vagas oferecidas, 140 vagas são para a área jurídica e 20 vagas para a área de Tecnologia da Informação. As vagas de Tecnologia da Informação serão destinadas a João Pessoa (10 vagas), Campina Grande (seis) e quatro para a área de geoprocessamento, para atender ao Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) e Equipes Especializadas que precisam dessa nova ferramenta para desenvolver o seu trabalho.

O presidente da Comissão do Concurso de Estagiário do MPPB, promotor de Justiça Eny Nóbrega,  disse que o Instituto Euvado Lodi ficou encarregado de divulgar o edital nas universidades. “É preciso que o edital seja bem divulgado. A Comissão vai acompanhar os trabalhos da empresa responsável pela realização do concurso. A data e os locais das provas serão divulgados no sites do MPPB e da IEL, depois vamos fazer uma fiscalização nos locais para verificar as condições de acessibilidade e de segurança para os candidatos e a partir daí nós faremos uma supervisão conforme o que está no edital”, afirmou Eny.

O coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, procurador de Justiça Alcides Jansen, falou da importância da seleção para o estágio, observando que é um meio de qualificar os melhores, para que possam prestar um serviço de relevância ao Ministério Público e, em troca disso, eles possam sorver do Ministério Público todos os objetos que a instituição dispõe, a exemplo das ações na área dos direitos difusos, e começar a ter uma visão real do que a instituição Ministério Público representa. “Imagine só os frutos que poderão advir para a nossa instituição com essa nova política de recrutamento de estagiários, através desta seleção, para um estágio remunerado”, ressaltou.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.