MPF participa de feira contra a corrupção na capital

O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF) participará das comemorações ao Dia Internacional contra a Corrupção. A data será comemorada, no próximo dia 9, na capital com a montagem de uma feira em que serão expostas as atividades dos órgãos que integram o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB).

A feira, denominada de Feira Contra a Corrupção, será realizada no Ponto de Cem Réis, no centro de João Pessoa, das 9h às 16h e também terá atrações culturais e realização de shows com artistas populares da Paraíba.

Segundo a coordenação do Focco-PB, está sendo aguardada a presença de cantores, repentistas, grupos de dança e teatro de rua. Nos estandes, os visitantes poderão conhecer os serviços prestados pelos órgãos encarregados do combate à corrupção no estado.

Haverá equipes de técnicos que estarão preparados para tirar dúvidas e orientar os cidadãos sobre como participar da luta contra a corrupção.

Segundo o procurador-chefe do MPF na Paraíba Victor Veggi, o Ministério Público Federal disponibilizará servidores que explicarão aos visitantes como o órgão atua e distribuirão folhetos sobre as atribuições do Ministério Público.

Atuação conjunta – Para Victor Veggi, o Focco serviu para  quebrar certas barreiras e aproximr os órgãos. “Há um espaço de discussão entre os órgãos e eles interagem. Isso tem sido muito positivo porque, a medida em que a facilidade de contato aumenta, o trabalho consegue se tornar mais efetivo e célere, diminuindo a burocracia e possibilitando mais resultados em menor tempo”, afirmou.

Conforme o procurador, neste ano o Focco decidiu levar a comemoração do Dia Internacional contra a Corrupção para a rua. “Para que a população tenha ciência do que está sendo feito no combate à corrupção e adquira a consciência de que também faz parte desse combate. O cidadão exerce um papel fundamental no controle da administração  da coisa pública”, ressaltou.

Combate internacional – O Dia Internacional contra a Corrupção é comemorado em 9 de dezembro, porque nesse dia o Brasil e mais 111 países assinaram a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, na cidade mexicana de Mérida.

Em maio de 2005 o Congresso Nacional aprovou o texto e em janeiro de 2006, a Convenção foi promulgada, passando a vigorar com força de lei no Brasil.

Segundo a Convenção, os governos são responsáveis por realizar ações eficientes contra a corrupção, e cabe aos países signatários implementar as normas da convenção.

A sociedade civil tem papel importante e deve exigir que a administração pública seja mais transparente e aberta à  fiscalização e controle.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.