Morre radialista Geraldo Cavalcanti, aos 74 anos

A radiofonia paraibana e brasileira está de luto. Faleceu na madrugada de hoje, em João Pessoa, o radialista Geraldo Cavalcanti, da Rádio Tabajara. Natural de Santa Rita, ele começou no rádio-teatro aos 14 anos de idade, ingressando na Tabajara em 1956. No Governo Pedro Gondim, e parte do governo Ronaldo Cunha Lima, Geraldo Cavalcanti foi locutor oficial.

Sua grande paixão e atuação era na área de esportes. Comandou por muitos anos a equipe nota 10 da Tabajara. Seu programa atual na Tabajara AM era o Show da Manhã. Devido problemas de saúde, Geraldo já não fazia mais o programa há alguns meses. Estava apenas participando do programa esportivo. O radialista tinha 74 anos de idade.

"Comecei no rádio fazendo locução comercial em programas de auditório. Fui aprovado em testes aplicados por Biu Ramos, Paulo Pontes e Linduarte Noronha. Na época, o locutor tinha que saber inglês, francês, no mínimo três idiomas", revelou Geraldo em seu depoimento para o livro que comemorou os 65 anos da Tabajara AM "Tabajara – a Rádio da Paraíba", publicado pela editora A União, em 2002 e organizado pelo jornalista Josélio Carneiro.

As rádios Tabajara AM e FM estão prestando homenagem póstuma a Geraldo Cavalcanti nesta terça-feira, 7 de dezembro de 2010, dia em que o rádio paraibano perde um dos veteranos da radiofonia. Diversos amigos e ouvintes estão ligando para a Tabajara e participando das homenagens. Trechos de programas com a voz de Geraldo Cavalcanti estão sendo levados ao ar.

O radialista vai ser sepultado no Parque das Acácias, no bairro José Americo, em João Pessoa, às 17h e o corpo está sendo velado na Central de Velórios São João Batista, em Tambiá. Na foto, Geraldo Cavalcanti em solenidade do governador João Agripino nos anos 70.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.