Moradores protestam contra suspensão de coleta de lixo

Os moradores de Cabedelo vão realizar amanhã um protesto contra a suspensão na coleta de lixo da cidade. O serviço será abandonado pela Marquise porque o prefeito Leto Viana anunciou que não vai pagar a dívida referente a 10 meses de trabalho prestado pela empresa Marquise, que decidiu por deixar o município amanhã.
 
O protesto será a partir das 7 horas em frente ao bar da Bananeira na Vila Feliz/Oceania.
 
O débito acumulado em Cabedelo é de R$ 6,4 milhões.
 
Confira a nota emitida pela Marquise Ambiental a esse respeito:
 
Nota
 
A Marquise Ambiental lamenta informar que será forçada a suspender os serviços de limpeza urbana de Cabedelo, a partir do dia 7 de fevereiro. Essa é uma decisão extremamente difícil para a empresa. Apesar das insistentes tentativas da Marquise Ambiental, a Prefeitura se recusou a firmar acordo para sanar uma dívida que já passa de R$6,4 milhões.
 
Uma das três maiores empresas brasileiras na área de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos, com mais de 30 anos de atuação e presença em várias capitais e cidades, a Marquise Ambiental esteve sempre comprometida com Cabedelo.
 
Desde junho de 2010, quando assumiu a limpeza urbana do Município, a empresa vem cumprindo todos os seus compromissos. Para não prejudicar a população, manteve todas as atividades, mesmo sem receber o equivalente a dez meses de contrato.
 
A Marquise Ambiental reafirma seu compromisso com Cabedelo e espera que as autoridades municipais encontrem alternativas para evitar a interrupção de um serviço que é essencial à população.
 
A Direção.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.