Missa em Salvador lembra dois anos da morte de ACM

Uma missa realizada nesta segunda-feira em Salvador lembrou os dois anos da morte do senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA). ACM morreu em 20 de julho de 2007, aos 79 anos, em São Paulo, em decorrência de falência múltipla dos órgãos.

Durante a cerimônia, foi apresentado o novo mausoléu onde está enterrado os restos mortais do senador, no cemitério Campo Santo, em Salvador. Esse é o mesmo cemitério onde também foram sepultados seus filhos Luís Eduardo Magalhães e Ana Lúcia Magalhães.

"É uma data para homenagear o senador e também fazer uma reflexão. ACM colocou a Bahia no mapa do desenvolvimento do Brasil, quando o Estado assumiu o protagonismo na região Nordeste", disse o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), por meio de nota.

ACM foi sepultado no mausoléu número 16 do cemitério, pertencente à família. Quando estava na capital baiana, pelo menos duas vezes por mês ACM costumava visitar o cemitério para rezar em memória dos dois filhos enterrados no Campo Santo.

 

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.