Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Ministério Público admite flexibilizar sobre demissões

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Procurador Geral de Justiça, Oswaldo Filho, disse ontem que a recomendação do Ministério Público para o governo do Estado exonerar os servidores temporários não trará prejuízo para os serviços essenciais, como educação, saúde e segurança. Segundo ele, situações específicas que mexem com serviços essenciais poderão ser resolvidas por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que os servidores imprescindíveis serão mantidos até que seja realizado concurso público.

O procurador reconheceu que a exoneração dos servidores temporários é um problema grave, mas observou que também é “uma ferida” que precisava ser mexida e sarada. O que o Ministério Público não pode, segundo ele, é deixar esta situação, que contraria frontalmente a Constituição Federal e privilegia servidores não concursados em detrimento daqueles que estudaram, foram aprovados e passaram em concurso público, e que terminam não sendo chamados.

Ele observou que não se trata de uma caça às bruxas, mas uma providência destinada a por um fim nas contratações de não concursados, que segundo afirmou, é bom para a sociedade, porque é muito melhor para o povo ter no serviço público funcionários preparados. “O que a gente vê é que há um festival de nomeações nas prefeituras e no governo do Estado”, afirmou.

Conforme explicou, a recomendação faz parte de um cronograma de atuação desenvolvido pela Procuradoria-Geral de Justiça. “O Ministério Público adotou e desenvolve um programa institucional de combate à admissão irregular de servidores públicos, iniciado com a recomendação enviada às prefeituras, objetivando a valorização do exercício das funções públicas, através de concurso público”, destacou.

Correio da Paraíba

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

prefeito

Atriz atua e não substitui responsabilidade social de gestor

onibus

Ônibus colide com poste no bairro dos Bancários, em João Pessoa

concurso-policial-penal

MPPB, secretarias e sindicato deliberam sobre concurso para policial penal

banheiro

Suspeito de estuprar mulher durante festa de São João em Santa Rita é preso nesta segunda

Dinheiro muito

Prazo para 16 ganhadores do Nota Cidadã resgatarem R$ 40 mil em prêmios termina dia 20

João Almeida, foto divulgação

Ex-vereador João Almeida está internado após cirurgia cardíaca

Programa Justiça 4.0

Programa Justiça 4.0 abre 35 vagas de trabalho

INSS na Paraíba

Servidores do INSS na Paraíba entram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira

Celso Batista e Luciano Cartaxo

PSOL decide hoje se mantém pré-candidatura de Celso Batista ou apoia Luciano Cartaxo

Cia Soltos no Espaço 1 (1)

Cia. Soltos no Espaço apresenta espetáculo “Nós do Avesso” em João Pessoa, Campina e Cabedelo