Milanez repreende Manoel por questionar liderança de Maranhão

O vereador Fernando Milanez (PMDB), líder de oposição na Câmara de João Pessoa, procurou o Parlamentopb para comentar a recente crise instalada em seu partido com o lançamento de um manifesto do deputado federal Manoel Júnior contra a manutenção do comando do PMDB na família Maranhão. Milanez contestou as queixas de Manoel e afirmou que não existe "nepotismo" ou "caciquismo" na direção do PMDB da Paraíba:

– José Maranhão é a maior liderança política da Paraíba. Para derrotá-lo, foi preciso reunir todos os nomes da oposição nas eleições do ano passado. Não posso entender como alguém questione a condição desse homem dirigir o PMDB. Ele não é nepotista. O partido apenas reconhece que ele tem história! E esse manifesto é de quem? Só de Manoel Júnior? Quem subscreve? Os grandes nomes do partido concordam? O que Veneziano Vital acha disso? A bancada federal está de acordo?

Apesar de reconhecer Manoel Júnior como "um grande quadro", Milanez também não concordou com a defesa do deputado da realização de pesquisas qualitativas para escolher o candidato do partido à prefeitura de João Pessoa nas eleições de 2012:

– As pesquisas vão indicar quem tem mais voto. Se o nome apontado for o de Manoel Júnior, todos vamos votar nele, inclusive José Maranhão. Mas, antes, tenho que lembrar que Maranhão e o PMDB foram generosos com o deputado ao indicá-lo como vice de Ricardo Coutinho na eleição de 2004 e, mesmo depois dele deixar o partido e se filiar ao PSB, eles foram generosos outra vez ao recebê-lo de volta. Manoel se elegeu deputado federal contando com a ajuda da maior legenda da Paraíba, portanto, não é justo que ele questione o partido e crie cizânia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.