Mercadante é convidado e aceita Ciência e Tecnologia

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP), candidato derrotado ao governo de São Paulo, foi convidado na tarde desta sexta-feira (3) pela presidente eleita, Dilma Rousseff, e vai assumir o Ministério de Ciência e Tecnologia no futuro governo.

A conversa entre Mercadante e Dilma ocorreu na Granja do Torto, onde a presidente eleita está morando durante a transição.

A Folha apurou que o senador petista, que já aparecia na lista de cotados para o posto há semanas, aceitou o convite feito por Dilma.

Assim, Mercadante é o primeiro dos candidatos do partido que não tiveram êxito nas urnas a ser "socorrido’ por Dilma. Em 2003, Lula assumiu seu primeiro mandato tendo no primeiro escalão vários derrotados nas urnas, como o baiano Jaques Wagner e o gaúcho Tarso Genro.

Mercadante ficaria sem mandato a partir de janeiro, pois deixou de concorrer a uma reeleição considerada relativamente garantida para disputar o governo, atendendo a um pedido de Lula.

Desde a campanha já se cogitava uma compensação caso ele não conseguisse vencer Geraldo Alckmin (PSDB), que largou em ampla vantagem nas pesquisas e venceu no primeiro turno, por margem bastante estreita.

Com a escolha de Mercadante, o Ministério de Ciência e Tecnologia deixa de fazer parte da cota do PSB e passa à órbita do PT. Com isso, o partido do governador Eduardo Campos (PE), que tinha a pasta em sua cota pessoal, deverá ser recompensado com a pasta de Integração Nacional, considerada vital para o Nordeste, região na qual o PSB é mais forte.

 

 

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.