Mega-leilão arrecada mais de R$ 1 milhão em bens

Os valores arrecadados na primeira edição do Projeto Arrematar do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba ultrapassaram os R$ 1 milhão (R$ 1.039.962,00). O dinheiro é resultado de arrematações, parcelamentos  e conciliações. Foram colocados no edital bens de 138 processos. Desses 38 foram retirados do pregão através de parcelamento da dívida ou conciliação, 91 tiveram os bens chamados no leilão e 68 resultaram em venda. Nove processos foram retirados do Projeto Arrematar devido a despacho ou liminar.

Os recursos arrecadados com a venda dos bens em leilão serão destinados ao pagamento de dívidas trabalhistas. Com arrematação foram arrecadados R$ 800.5568,70 e com pagamentos e conciliações R$ 239.393,34.

O leilão aconteceu na última terça-feira, 12, no auditório do Fórum Trabalhista Maximiano Figueiredo, em João Pessoa, e foi coordenado pela juíza Taís Priscila Ferreira. O leiloeiro oficial foi Alexandre Nunes.

Os participantes puderam ver as fotos dos bens em um telão colocado no auditório e os internautas também puderam participam oferecendo seus lances via internet. Trezentas e quarenta e duas pessoas se cadastraram para participar do leilão de maneira eletrônica. Prédios comerciais, terrenos, automóveis, motocicletas, máquinas e dezenas de outros bens foram vendidos por valores abaixo do mercado e atraíram uma grande quantidade de participantes.

Colégio – O prédio de número 25, do Colégio João Paulo II, na esquina da Igreja São Francisco, que ocupa uma área de 869 metros quadrados, avaliado em R$ 709 mil foi vendido por R$ 345 mil.

Uma sala comercial no edifício Vina Del Mar, no Parque Solon de Lucena, avaliada em R$ 15 mil foi vendida por R$ 7,5 mil. Entre os inúmeros veículos arrematados foi vendido um Fiat Sienna ano 2007, Flex, em perfeito estado de conservação. Avaliado em R$ 32 mil foi arrematado por R$ 19,4 mil. Uma moto marca Honda, modelo CG 150, ano 2006, avaliada em R$ 5,1 mil foi arrematada por R$ 3,4 mil. Um ar condicionado Carrier, modelo Split, de 24 mil BTU´s, em bom estado de funcionamento, avaliado por R$ 1,8 mil foi vendido por R$ 850.

Segundo as regras do leilão o lance mínimo para bens móveis é de 20% do valor da avaliação e para imóveis 40%. Os bens imóveis podem receber oferta parcelada, mas não serão admitidas parcelas inferiores a 1/10 do valor da avaliação do bem.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.