Médicos acatam proposta e encerram greve em Patos

Os médicos da rede hospitalar de Patos encerraram a greve nesta segunda (9), após acatarem a proposta de plantão de 12 horas encaminhada pela Secretaria Estadual de Saúde.
 
A partir de agora, o Governo do Estado definiu que os médicos que trabalham nas unidades de saúde de complexidade I vão receber R$ 640 ( plantões durante a semana) e R$ 740 ( para finais de semana e feriados). Os que dão plantões em hospitais de complexidade II vão receber R$ 550 (durante a semana) e R$ 640 (finais de semana e feriados) e complexidade III, R$ 500 (durante a semana e finais de semana). Também recebem R$ 640 os médicos que trabalham nos hospitais de especialidades e nas unidades de pronto atendimento.
 
Em Patos, o Hospital Regional Dep. Janduhy Carneiro está classificado como nível de complexidade I. Já o Hospital Infantil Noaldo Leite e a Maternidade Peregrino Filho estão como hospital de especialidades.
 
Melhorias na rede do Sertão –Nesse fim de semana, o secretário Waldson Dias de Souza e equipe estiveram reunidos com 15 prefeitos de cidades localizadas no Sertão da Paraíba para estruturar a rede hospitalar na região e implantar a realização de cirurgias eletivas.
 
Entre as medidas já encaminhadas pelo Governo da Paraíba estão a reforma do Hospital Regional de Sousa e a implantação do Plano Estadual de incentivo financeiro a hospitais de pequeno porte municipais e filantrópicos. A cidade também ganhará com a construção do Centro de Imagem dotado de tomógrafo, mamógrafo, ultrassonografia e endoscopia.
 
Nos municípios de Cajazeiras e Catolé do Rocha, ficou definida a realização de cirurgias eletivas nas áreas vascular, ginecologia, otorrinolaringologia, ortopedia, cirurgia infantil, oftalmologia e urologia.
 
As obras de reforma e ampliação do Hospital de Pombal devem ser concluídas em outubro próximo e estão orçadas em R$ 4.172.480,76. Também em Pombal será implantado o serviço de radiodiagnóstico de câncer de mama com ultrassonografia em parceria com a Prefeitura.
 
Até dezembro deste ano, o Hospital de Catolé do Rocha vai contar com mais sete leitos de UTI e também será implantado um serviço de radiodiagnóstico de câncer de mama com ultrasson e mamógrafo. Com isso, o Governo do Estado poderá ampliar o Programa de Qualidade de Mamografia e qualificação da oferta com foco na população alvo de 50 a 69 anos.
 
Em Patos, a estratégia é otimizar a Rede de Saúde Materna e Infantil com abertura de salas de parto e referenciando a alta complexidade para a maternidade da cidade, que deverá está funcionando a partir do segundo semestre.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.