MEC autoriza criação do curso de Medicina em Cajazeiras

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) confirmou, na tarde de ontem (18), o reconhecimento do curso de Medicina da UFCG. A luta encampada pelo parlamentar juntamente com o ex-reitor da UFCG, Thompson Mariz, foi confirmada em telefonema que Vital recebeu do Secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, o Dr Jorge Messias, tratando do parecer e autorizando o curso de medicina.
 
“Acabei de receber a confirmação do secretario Jorge Messias do MEC de que quarta-feira (30) sai o reconhecimento do curso de Medicina da UFCG. Finalmente parabenizo Cajazeiras, os professores e toda comunidade acadêmica em nome do ex-reitor Thompson Maris que lutaram incansavelmente para a consolidação desta vitória”, afirmou Vital.
 
Recentemente o senador paraibano esteve reunido com o Ministro da Educação, Aluísio Mercadante. Vital do Rêgo, que estava acompanhado do reitor Thompson Mariz da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), levou ao Ministro o pleito da comunidade acadêmica que busca a autorização e oficialização pelo MEC e Conselho Nacional de Saúde (CNS) do curso de Medicina da Universidade que fica no campus de Cajazeiras na Paraíba. “Que a luta pioneira de Thompson seja brilhantemente concluída neste final de reitorado.”
 
Para Vital, o curso é de extrema urgência para Cajazeiras, tendo em vista que contribuirá no aumento de médicos que durante e após seus cursos beneficiarão a população cajazeirense. Vital já tinha a garantia do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha para o pleito.
 
Padilha garantiu que empenhará esforços juntos aos órgãos competentes para a autorização do curso em Cajazeiras. “Buscarei solucionar esse entrave junto ao INEP, CNS e ministério da Educação para que o curso seja autorizado e oficializado”, afirmou.
 
Vital do Rêgo disse que a proposta do curso é atrair mão de obra médica, principalmente em algumas especialidades, e formar médicos generalistas com uma compreensão crítica da realidade. “O curso deverá ser um catalisador do aprofundamento da regionalização da saúde no Estado”, destacou o senador.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.