Marina Silva deixa Partido Verde nesta quinta-feira

Terceira colocada na disputa presidencial em 2010, Marina Silva deixa o PV nesta quinta-feira, em evento a ser realizado em São Paulo, De imediato, no entanto, não levará nenhum parlamentar da sigla com ela. A ex-senadora contará, no máximo, com o apoio verbal de quatro dos 14 deputados federais.

 
A ameaça de perda de mandato por causa da lei eleitoral é o principal motivo que impede a saída de aliados de Marina do PV. “Sou do grupo da Marina, mas não posso me desfiliar do PV para não ter o mandato questionado na Justiça”, explica o deputado Alfredo Sirkis (RJ).
 
Principal coordenador da campanha de Marina em 2010, Sirkis é fundador do PV. Apesar de permanecer na sigla, ele se desligou da direção do partido. Era vice-presidente da Executiva Nacional. Sirkis disse que um novo partido para Marina só deverá ser criado em 2013.
 
Segundo o deputado fluminense, há três tipos de apoiadores de Marina: os sem mandato que vão se desfiliar; os que têm mandato e deixarão cargos na direção do partido; e os que permanecerão nas suas atuais posições no partido porque vão disputar a eleição municipal.
 
Pelas contas de Sirkis, apenas quatro deputados devem participar do evento hoje em São Paulo. Além do próprio, Henrique Afonso (AC), Doutor Aluízio (RJ), e Paulo Wagner (RN). “É possível que a deputada Rosane Ferreira, do Paraná, compareça também”, afirma.
 
Forma pacífica
 
Sirkis disse que os aliados de Marina estão deixando o PV “de forma pacífica”. “O atual grupo que comanda o PV tem medo que o partido cresça dentro da sociedade”, diz. “Não queremos problemas. Se eles querem que o partido vire o cartorial, podem ficar com ele”, completa.
 
O principal adversário de Marina e seu grupo no PV é o atual presidente da sigla, o deputado federal José Luiz Penna (SP). Ele está no comando da sigla desde 1999. Marina queria uma mudança na direção da sigla. Com a reeleição de Penna em abril, a acriana resolveu deixar a sigla.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.