Marconi Tenório desiste e anuncia apoio a Alexandre Almeida

O radialista Marconi Tenório candidato a presidente do diretório do PT de Campina Grande confirmou ao Parlamentopb que desistiu da disputa. Mais que isso: ele passou apoiar o candidato Alexandre Almeida, secretário de planejamento de Campina Grande. Marconi havia criticado a existência de um jogo de cena para eleger o auxiliar de Veneziano Vital do Rêgo, mas revelou que cedeu ao apelo de Terezinha Cavalcanti e Socorro Ramalho e renunciou “pela unidade do grupo”.

Ele argumentou que faz parte do mesmo grupo de Alexandre, do bloco que é capitaneado por Terezinha e Socorro, que a disputa estava trazendo prejuízos pra ele e para o grupo como um todo. “Eu acho que não foi contradição meu apoio a Alexandre, ele está apto a gerir o partido. E porque mostrou serenidade em um debate que passou a ser pessoal. Ele nunca respondeu aos ataques pessoais feitos durante a campanha, este processo está sendo ruim para o PT como um todo", disse Marconi.

No dia 25 de outubro, Marconi concedeu entrevista ao Parlamentopb e denunciou a existência de um jogo de cartas marcadas para propiciar a eleição do secretário de Planejamento da Prefeitura, Alexandre Almeida. "Eu o desafio a deixar o cargo para diminuir a interferência desleal que estamos sofrendo. Há um puro jogo de cena na eleição do PT. O que Renato Gadelha faz no PT? A história dele não tem nada a ver com o partido. As relações familiares e pessoais de Renato indicam que ele apóia Alexandre. Peron Japiassu é suplente de vereador e só chegou ao cargo porque o prefeito permitiu e não tem coragem de contestar Alexandre. Se for eleito para o diretório, perde a vaga na Câmara. Raimundo Cajá não tem compromisso algum com o PT e vive ausente da rotina do partido. Está tudo canalizado para eleger Alexandre", declarou ele.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.