Márcio Roberto se queixa de ter sido abandonado pelo PMDB na campanha

O deputado reeleito Márcio Roberto (PMDB), disse hoje ter enfrentado grandes dificuldades dentro do PMDB, inclusive dentro da cidade de São Bento durante a campanha eleitoral. O desabafo do deputado foi em relação às eleições de outubro.

– Você sabe que política é um jogo muito duro que faz parte da democracia, só que cada um quer “puxar a sua sardinha” para seu lado. Eu faço política com os pés no chão e trabalho pelo meu povo, a prova está no resultado das eleições. Eu era candidato para trinta e tantos mil votos, mas só cheguei a quase 25 mil, pois tive meu registro cassado e os outros me derrubando. Mas mostrei meu trabalho e se não fosse ele não teria chegado onde cheguei.

E acrescentou:

– Não sou de guardar mágoa de ninguém, eu entrego a Deus. Para os que me perseguiram, eu só desejo boa sorte e alerto: ninguém faz política dessa maneira. Quem faz perseguição e mal aos outros saiba, Deus está vendo.

O deputado lembrou que além das dificuldades enfrentadas dentro do seu partido ainda teve mais empecilhos na sua cidade natal, São Bento.

– Dentro do partido eu enfrentei grandes dificuldades, a maior delas foi na minha cidade. Mas não tenho nada a dizer, São Bento mostrou quem é Márcio. Sozinho contra tudo, contra prefeitura, contra poderes maiores, eu e a pobreza, pois quem elege a gente é a pobreza.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.