Márcia Lucena aborda municipalização em reunião com Conselho Estadual de Trânsito

A Prefeita Márcia Lucena participou na sede do Detran – PB, em João Pessoa, da reunião do Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN), para discutir a municipalização do trânsito na cidade. O projeto aprovado e apto para ser implantado, segue agora para o Denatran, onde será feito o cadastramento definitivo. Além da Prefeita, o Coordenador de Mobilidade e Trânsito, Clemént Vialle também participou da reunião.

“A municipalização do trânsito em nossa cidade é de fundamental importância para a população. Com este trabalho, vamos poder desenvolver ações educativas com a população, trabalhar nas escolas a educação no trânsito. O Conde adquire o reconhecimento nacional da nossa competência para monitora e gerir o trânsito do município”, comemorou a Prefeita Márcia Lucena.

A Prefeita disse também que “é preciso que os prefeitos deem todo apoio as atividades relacionadas ao trânsito. Temos que preservar a vida das pessoas e aplicar as devidas notificações, quando as leis de trânsito forem descumpridas. Organizar o trânsito do ponto de vista legal, atingirá uma pequena camada imprudente, mas vai beneficiar toda a população”, ressaltou Márcia Lucena.

O Superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER – PB), Carlos Pereira, falou sobre o processo no município de Conde. “O Conde entra em fase de implantação do projeto de municipalização do trânsito. A cidade agora se junta a outros 28 municípios do estado que já tem o trânsito municipalizado e outros 4 que também estão em processo de implantação”, destacou.

Clemént Vialle, Coordenador de Mobilidade e Trânsito do município de Conde, comemora mais uma etapa vencida no processo. “A Documentação foi aprovada. A partir de agora, os documentos serão remetidos ao Denatran para o cadastro definitivo. Com esta integração, o Conde estará apto a realizar as tarefas atribuídas no art. 24 do Código de Trânsito Brasileiro. Vamos poder agir nas rodovias, graças a convênios que o CTB possibilita com o objetivo de dar maior eficiência e segurança para os usuários das vias no município”, afirmou.

Com a municipalização, o Conde poderá captar recursos, buscando melhorias no trânsito do município, como também investir recursos em sinalizações, em projetos de educação para o trânsito nas unidades de ensino públicas e privadas da cidade e em pesquisas relacionadas ao trabalho de conscientização da população e motoristas sobre as leis de trânsito.

Comentários