Maranhão revela ter conversado com Damião e se reúne hoje com Wellington

O governador José Maranhão (PMDB) revelou ter conversado no último sábado, 22, com o deputado federal Damião Feliciano, presidente do diretório estadual do PDT. Ele também confirmou que ainda hoje deve ter um encontro com o deputado federal Wellington Roberto, presidente do PR, com quem vai abordar o mesmo assunto: os termos de um compromisso de composição visando as eleições de outubro. Sem querer revelar muitos detalhes, Maranhão disse ontem à noite ao apresentador Fernando Braz, do programa Conexão Paraíba, da Tambaú FM, que há "fundadas esperanças" nos apoios do PDT e PR ao seu projeto de reeleição:

– Eu conversei ontem (sábado) com Damião Feliciano e devo conversar amanhã (hoje) com Wellington Roberto. São dois amigos que têm simpatia à nossa pré-candidatura. Por isso, temos fundadas esperanças de que poderemos firmar uma aliança para a próxima campanha com esses valorosos líderes da Paraíba. Nós vamos conversar. Tenho um novo encontro com Damião na próxima semana. De forma que nós estamos gestando esse processo. Espero que a construção seja positiva.

Maranhão negou ter procurado um diálogo também com o ex-deputado federal Enivaldo Ribeiro, presidente do PR da Paraíba:

– Com Enivaldo Ribeiro, eu não tive nenhum encontro.

O secretário chefe da Casa Civil do Governo, Marcelo Weick, acrescentou que as tratativas com PDT e PR "estão muito avançadas".

Fenart – As declarações do governador da Paraíba foram dadas durante a abertura, ocorrida na noite de ontem, do XIII Festival Nacional de Artes (Fenart), no Espaço Cultural. Na oportunidade, o chefe do executivo afirmou que "resgatou" o evento:

– Esse ano é um ano de resgate. Esse evento tinha deixado de ser realizado há dois anos e havia uma forte reclamação dos setores culturais e na opinião do Estado, de forma geral. Nós estamos empreendendo um esforço muito grande para que o Fenart possa ter o mesmo brilho e o mesmo entusiasmo de participação dos setores da arte e da cultura paraibanas. Sivuca é o ponto alto da musicalidade paraibana. Não sou um homem versado em música, especialmente em música erudita, mas acompanhava as apresentações e os CDs, tenho os CDs que Sivuca gravou. Além de músico popular-erudito, ele era um gênio da música porque ele conseguia tirar da sanfona sons e acordes que poucos conseguiam desde que eu me entendi de gente até hoje.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.