Maranhão responsabiliza PSB por quebra de compromisso com Bonifácio

O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), declarou, em entrevista concedida em Patos, que seu compromisso com o suplente de deputado federal Bonifácio Rocha não foi cumprido por causa do PSB: "Foi o partido do prefeito de João Pessoa que proibiu os deputados com mandato de ocuparem cargos no Governo do Estado, numa situação muito esquisita porque o PSB faz parte da aliança de apoio ao nosso Governo. É por isso que queremos o PSB no Governo. Eu encarreguei Nabor Wanderley e Francisca Motta de conversarem com Bonifácio. Quero que ele assuma. Patos sempre teve um deputado federal, não é justo que continue sem deputado federal, quando tem no PSB o primeiro suplente, mas com essa proibição do PSB, ficou o impasse".

Ainda de acordo com Maranhão, o PSB tem feito "a maior bronca do mundo" para que seus deputados não assumam um cargo no Governo da Paraíba. As declarações do governador da Paraíba foram veiculadas pela Rede Paraíba Sat.

A pendenga entre PMDB e PSB começou quando o deputado estadual Guilherme Almeida foi convidado para assumir a Secretaria de Interiorização do Governo. O partido apresentou uma resolução que proibia o parlamentar de chegar à Pasta. Depois, Marcondes Gadelha teria sido chamado para a Pasta da Agricultura. Novamente, a orientação partidária foi mais forte e, com isso, o suplente não pôde assumir uma vaga na Câmara Federal.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.