Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Maranhão promete entregar Governo melhor que recebeu

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), assegurou hoje de manhã, durante a inauguração da reforma da Escola Estadual Epitácio Pessoa, que não vai abandonar a política quando concluir o seu mandato, em 31 de dezembro deste ano. Maranhão garantiu que não pretende pendurar as chuteiras e disse que vai continuar atuando. Apesar disso, ele citou o nome do deputado federal Manoel Júnior (PMDB) como provável candidato do partido à prefeitura de João Pessoa em 2012:

– Eu digo sempre que o futuro a Deus pertence. Não tenho a ideia fixa de ser candidato. Isso dependerá do andamento da carruagem política. Aqui, nós temos um companheiro de partido que se apresenta como nome de muitas possibilidades e potencial grande, que é Manoel Júnior, foi vice-prefeito da capital, teve uma votação brilhante para deputado federal e poderia prestar relevantes serviços se eleito prefeito de João Pessoa. Quanto ao meu futuro político, não sou nenhuma pitonísia, não quero fazer previsões, mas posso garantir uma coisa: estou na política há muito tempo. Mesmo no período negro, na ditadura, nunca deixei de atuar. Estou há mais de 50 anos. Faço política com seriedade e não deixarei a política, até porque as pessoas que votaram em mim acreditam no meu trabalho e me pedem para continuar. Não tenho razão para deixar a política.

Maranhão também comentou a situação da administração estadual e disse que entregará o Governo melhor do que recebeu do antecessor, Cássio Cunha Lima (PSDB):

– Toda a Paraíba é testemunha da forma como recebemos as obras do Estado e o estado caótico da administração. Queremos inaugurar algumas das obras porque não há tempo para todas. Quero dizer que na área da Educação, estamos felizes porque em curto espaço de tempo, 1 ano e 10 meses, até 31 de dezembro, conseguimos ao mesmo tempo reorganizar  administrativamente o Estado e realizar obras estruturantes. Entendemos que a gestão pública precisa ter continuidade e estamos entregando R$ 2,5 bilhões de obras planejadas, algumas em execução, outras por iniciar, mas todas com recursos assegurados. Alguns, recursos do PAC. Outros, financiados pela CAF, Corporação Andina, dos quais já investimos R$ 25 milhões e não recebemos um tostão. Ficará como crédito para o futuro governo.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

f6e0316c-7fcf-455c-97a6-45997afb091b

Relatório de Efraim à PEC que criminaliza o porte de drogas é aprovado no Senado

camaradiasdavila

Vereadores de município baiano aprovam reajuste de R$ 0,46 para professores

chuvasjp (2)

João Pessoa tem média de 29 mm de chuvas em 24 horas, mas sem ocorrências graves

alpbabre (1)

ALPB garante acompanhantes para mulheres em procedimentos médicos com sedação

odonecico

Sancionada Lei que proíbe fogos de artifício com estampido em João Pessoa

1713220734661dac7e30ef1_1713220734_3x2_lg

Unimed manda cancelar plano de saúde de idosa de 102 anos

alph-ufpb (1)

Caso Alph: Ex-namorada é julgada pela morte de estudante da UFPB

Unimed JP 1

Unimed JP abre seleção para médicos atuarem em unidade de serviço domiciliar

Gervásio Maia, deputadoo

Projeto de Gervásio quer garantir fornecimento gratuito de repelentes para inscritos no CadÚnico

Vitor Hugo e Wallber Virgolino

Vitor Hugo diz que se Wallber entrar em bairro de Cabedelo será metralhado; deputado reage