Maranhão III distribui cargos a 12 diretorianos do PT

Um total de 12 diretorianos do Partido dos Trabalhadores foi nomeado para ocupar cargos no Governo Maranhão III. A informação, repassada por um petista que não quis se identificar, tem causado queixas na ala ligada ao deputado Luiz Couto, que entende a medida como uma forma de interferir nas decisões internas do partido.

Os contemplados fazem parte da direção estadual e também municipal da legenda. A lista é a seguinte: Raimundo Neto, Ligia Pedrosa, Anísio Maia Filho, Demas Joaquim, Josenildo dos Santos Feitosa, Socorro Ramalho, Rosa Varjão, Enio, Armando Ataide, José Neto, Joselito Bandeira e Élida Sette.

O secretário geral do PT, Jackson Macêdo, disse ao Parlamentopb, entender como "legítima" a ida dos petistas para os cargos no Governo, apesar de existir uma decisão política da ala ligada a Luiz Couto de não participar da administração. Segundo ele, a discussão sobre a suposta tentativa de ingerência no PT não procede: "Quem vai definir os rumos do partido no que diz respeito a 2010 é a direção que será eleita em novembro. Nós sabemos que o povo está cansado dessa polarização. O PT defende um projeto que traga desenvolvimento para a Paraíba".

Segundo Jackson, o atual presidente do PT da Paraíba, Luiz Couto é "candidatíssimo" à reeleição.

Já o vice-governador Luciano Cartaxo negou a tentativa de cooptação de diretorianos: "Não existe cooptação alguma. O PT é Governo. Muitos diretorianos também participam do governo em João Pessoa e Campina Grande. Não há nada de extraordinário nisso porque apoiamos o prefeito Ricardo Coutinho e também Veneziano Vital. Os companheiros têm que entender que o PT não é um elemento estranho. Primeiro, eles cobram nomeações, quando elas acontecem, reclamam porque aconteceram", disse Cartaxo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.