Maranhão espera aprovação de empréstimo, apesar de ação no STF

O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), declarou hoje considerar normal a concessão de uma liminar suspendendo a verba social da Assembleia Legislativa. A decisão do ministro César Peluso se deu em decorrência uma açõ direta de inconstitucionalidade encaminhada pelo Governo do Estado. Para Maranhão, a liminar concedida por Peluso "já era esperada":

"Juridicamente, essa decisão já era esperada. Qualquer um com conhecimento mínimo de direito constitucional consideraria absurdo que o poder legislativo tenha essa verba social. A decisão do STF não surpreendeu ninguém", declarou ele.

Ao mesmo tempo que criticou a verba social, Maranhão se definiu otimista em relação à apreciação do pedido de empréstimo do Governo, que está previsto para ir a plenário na tarde de amanhã: "Tenho expectativa positiva em relação ao assunto. Parece ter havido um entendimento da oposição sobre o tema. A Paraíba já está perdendo com essa demora. O projeto, que prevê R$ 191 milhões, é para compensar perdas que já passam de R$ 263 milhões".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.