Maranhão diz que Cássio não tem mais comando no PSDB da Paraíba

O governador José Maranhão (PMDB) declarou ontem durante um almoço na Churrascaria Sal e Brasa com 13 vereadores da Capital que sua pré-candidatura à reeleição vem recebendo adesões de lideranças e parlamentares tucanos e que isso demonstraria que o ex-governador Cássio Cunha Lima não teria mais poder de comando no PSDB da Paraíba.

Ele acrescentou que, no fim de semana, conseguiu a adesão política de mais dois prefeitos aliados de Cássio e do senador Efraim Morais (DEM): Maria Cristina da Silva (PTB) e todos os vereadores de Jacaraú e Celso de Morais Andrade (DEM), ex-prefeito de Itapororoca junto os vereadores do município. O governador revelou que está trabalhando para fechar um acordo com o prefeito de Pedro Régis, Severino Batista de Carvalho (PSDB).

“Essas adesões que nós estamos conseguindo, não só dos vereadores do PSDB de João Pessoa, mas de prefeitos de outros partidos que, antes, eram aliados do ex-governador, demonstram, claramente, que Cássio não tem mais comando no PSDB”, detonou.

O almoço contou com a presença dos vereadores Mangueira, Fernando Milanez (licenciado e ocupando a Secretaria de Ação Governamental do Estado) e João Almeida, do PMDB; Eliza Virginia (PPS) Felipe Leitão, Sérgio da Sac (licenciado) e até Dinho (PRP); João dos Santos (PR); Marcus Vinícius, Hervázio Bezerra e Luiz Flávio (PSDB); Tavinho Santos (PTB) e Geraldo Amorim (PDT).

Ainda passaram pelo local, o deputado estadual João Gonçalves (PSDB), que já estava na churrascaria almoçando com correligionários, o deputado Trocolli Júnior (PMDB), o chefe da Casa Civil, Marcelo Weick, a secretária de Comunicação Institucional, Lena Guimarães; dirigentes do Sistema Correio da Paraíba; o chefe de gabinete do Governador, Adriano Bezerra, assessores e correligionários dos parlamentares.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.