Maranhão diz em Patos que a derrota foi “dolorosa” e anuncia férias

O governador José Maranhão (PMDB) não escondeu sua tristeza pelo resultado adverso obtido nas últimas eleições quando não conseguiu ser reconduzido à chefia do executivo. Este foi o tom do discurso feito ontem durante a inauguração da Maternidade Peregrino Filho, em Patos. Maranhão disse que a derrota foi um processo doloroso que ele não deseja a ninguém.

– Me perdoem aqueles que não votaram em mim por esta franqueza: eles não tiveram sensibilidade. Fica aqui o meu registro: o sofrimento da incompreensão que tivemos nas últimas eleições. Vocês não sabem como é doloroso para um administrador público. Peço a Deus que você nunca passe pelas experi}encias que eu já passei, mas esteja com seu espírito preparado porque a vida pública não é feita apenas de prazer, de alegria e de vitórias. Também é feita de derrotas, mas na derrota a gente aprende muito mais. Ela permite a compreensão e reconhecer que Deus é quem sabe o plano de vida que tem para a gente. Continuo como crente em Deus e entregando a ele o meu destino. Nesta idade e nestes anos todos de serviço, nunca tive que tirar férias, mas só agora vou tirar e só Deus sabe por quanto tempo.

A solenidade foi realizada no final da manhã de ontem. A Maternidade Peregrino Filho, que passou a ter 107 leitos – 60 a mais –, além das unidades de terapia intensiva materna e infantil, entre outros serviços. Foram investidos cerca de R$ 15 milhões em obras físicas e aquisição de equipamentos.

Acompanhado do secretário da Saúde, José Maria de França, do superintendente da Suplan, Gilson Frade, do prefeito Nabor Wanderley, da deputada estadual Francisca Mota e do deputado federal eleito Hugo Mota, entre outras autoridades e auxiliares, o governador José Maranhão visitou as novas dependências da maternidade e, em seguida, descerrou a placa de inauguração das obras, que receberam as bênçãos do padre Elias Ramalho.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.