Maranhão anuncia ações de emergência para o Sertão

Governador vai ao Sertão, sobrevoa municípios inundados pelas chuvas e anuncia ações de emergência

Ações emergenciais e humanitárias para os desabrigados e desalojados de alguns municípios do Sertão. Estas foram as determinações do governador José Maranhão, hoje, após sobrevoar de helicóptero os municípios de Sousa, Uiraúna, Poço Dantas, Poço José de Moura, Santarém e Bernardino Batista, todos localizados no Vale do Rio do Peixe.

O governador chegou ao aeroporto de Cajazeiras por volta das 9h30 e em um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal iniciou o sobrevôo, acompanhado do deputado federal Wilson Santiago; da secretária estadual de Comunicação, Lena Guimarães e do secretário executivo de Desenvolvimento Humano, Nilson Nunes.

Antes do sobrevôo, o governador esteve na cidade de Sousa, onde acompanhou o desembarque das cestas básicas, mantimentos diversos de cama/banho, além de kits de limpeza que foram alojados no Núcleo de Treinamento de Professores “Governador Antônio Mariz”.

Também visitou e conversou com moradores de uma rua no Bairro Várzea da Cruz, um dos mais atingidos pelas chuvas. Várias casas ainda estão alagadas e muitas famílias já deixaram suas moradias.

Durante entrevista após o sobrevôo, o governador, além de anunciar a ajuda aos desabrigados, ainda informou que no avião em que viajou para Cajazeiras estavam medicamentos para combater eventuais infecções e vacinas para imunização de possíveis doenças.

Maranhão disse, ainda, que todas as famílias dos municípios do Vale do Rio do Peixe afetadas pelas chuvas e que tiveram problemas com as inundações serão contempladas com as ajudas. “Estou mantendo equipes da Defesa Civil estadual, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e Secretarias da Saúde e da Educação em alerta total para atender as populações”, enfatizou.

O governador afirmou que essas ações emergenciais estão sendo feitas em parcerias com as prefeituras municipais. Numa reunião realizada pelo governador com representante da igreja de Sousa, Padre Nilton Alexandre; com o coronel Sinval Pinheiro Borges e a secretária Lena Guimarães, ainda em João Pessoa, foi discutida a maneira de como serão distribuídos os kits com as famílias nesses municípios.

Para as famílias dos municípios do Vale do Rio do Peixe foram disponibilizadas 600 cestas básicas, 200 colchões, o mesmo número de kits de limpeza, cama/banho e ainda mosquiteiros que serão distribuídos ao longo da semana. Essa distribuição será coordenada pessoalmente pelo coronel Sinval Pinheiro Borges, gerente executivo da Defesa Civil Estadual.

No sábado, o coordenador da Defesa Civil de Sousa, Francisco Franklin entregou relatório ao coronel Sinval com levantamento da situação feito até sexta-feira (24), onde consta 204 famílias desabrigadas, cinco bairros atingidos (Várzea da Cruz, Cruzeiro, Guanabara, Jardim Santana e Capanema). Emergencialmente a prefeitura municipal distribuiu cestas básicas com os desabrigados.

As famílias desabrigadas estão alojadas nos seguintes locais: creche Celestina, Clube Enéas, Escola José Reis, Escola Sinhá, Escola Virgílio, Escola Maria Aurita, Colégio André Gadelha, Escola Bento Freire, Estádio Municipal, Ambaca (Capanema), Escola Tozinho, Escola Estadual do Bairro de Areia, Escola Plotária Gadelha, Açougue e Casarão de Queiroga.

Ainda no levantamento ficou constatado que cerca de 100 casas foram danificadas e onze totalmente destruídas, sendo quatro somente no bairro Jardim Brasília. Algumas comunidades rurais estão ilhadas e estradas vicinais foram danificadas. Na cidade de São João do Rio do Peixe cerca de 50 famílias estão desalojadas e foram deslocadas de suas residências para casas de parentes, porque suas moradias estão em áreas inundadas. Em São João do Rio do Peixe são 270 famílias nas áreas alagadas.

Ainda em Sousa o coordenador da Defesa Civl municipal entregou o NOPRED – Notificação Preliminar de Desastres ao coronel Sinval. Nesta segunda-feira (27) o governador vai homologar o decreto de situação de emergência do município de Sousa para ser enviado a Brasília.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.