Maranhão alega não ter liberado convênios por falta de prestação de contas

O governador José Maranhão (PMDB) esteve em Sousa na manhã desta sexta-feira, 7, participando de um Seminário sobre Educação no Centro de Treinamento de Professores. Durante o desembarque no aeroporto, ele concedeu uma entrevista à equipe de reportagem da Rádio Progresso AM, sobre a liberação da segunda metade dos recursos para o afastamento de ruas na cidade. Maranhão esquivou-se e disse que a prefeitura de Sousa não havia prestado contas dos recursos, mesmo com declarações do prefeito Fábio Tyrone (PTB) afirmando que a documentação já havia sido entregue em João Pessoa à secretaria competente.

Sobre o convênio envolvendo a prefeitura e o Detran, o governador insistiu no mesmo argumento e disse que ainda não havia publicado no Diário Oficial porque o município ainda não havia prestado contas dos recursos do asfalto.

Momentos depois os secretários de Planejamento, Rodrigo Gurgel e Infra-estrutura, Gerlando Linhares entrarram em contato com o Governador que se preparava para conceder uma entrevista em uma emissora de rádio. Antes do início da entrevista, os secretários do prefeito Tyrone entregaram mais uma vez a documentação que comprovou que a prestação de contas dentro do prazo estabelecido pelo próprio Governo Maranhão. Segundo eles, os documentos teriam sido apresentados dois dias antes do prazo acordado.

O Governador recebeu a documentação e mais uma vez prometeu liberar o restante dos recursos.

Na última terça-feira, 4, o prefeito Fábio Tayrone havia feito uma cobrança pública pelo cumprimento dos convênios acordados durante uma audiência mantida com José Maranhão em João Pessoa no dia 15 de março. No rádio, o gestor chegou a dizer que o governador só atendia aos prefeitos que anunciassem adesão a seu projeto político.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.