Maranhão afirma que decisão sobre vice tem ser que avaliada por aliados

O governador José Maranhão (PMDB) se esquivou hoje da repercussão gerada pela cobrança feita por seu vice, Luciano Cartaxo (PT), a respeito da necessidade de definição quanto à manutenção de seu espaço na chapa majoritária. De maneira tangencial, Maranhão afirmou que a decisão sobre seu companheiro de chapa não depende apenas de sua opinião, mas dos partidos que dão sustentação ao seu projeto de reeleição.

– Não tenho nenhuma vocação para o autoritarismo. A vice-governadoria não é uma questão pessoal minha, mas do nosso grupo, dos partidos que dão sustentação ao governo. Estamos trocando ideias com os aliados para encontrar uma solução. Tenho o maior apreço pelo meu vice e seja qual for a decisão, ele estará presente. Vamos montar uma chapa que seja mais apropriada para a vitória.

Maranhão comentou o assunto hoje de manhã em frente ao Palácio da Redenção quando entregou viaturas às polícias do Estado. Foram 100 motocicletas, e 70 caminhonetas, das quais 40 são destinadas à Polícia Militar e outras 30 à Civil.

Ainda sobre política, ele confirmou que terá uma reunião com o deputado federal Wellington Roberto (PR) ainda hoje, mas disse que a conversa não terá como foco a discussão sobre o cargo de vice. O governador ainda comentou a mudança de comando na Assembleia Legislativa e revelou sua expectativa com a chegada de Ricardo Marcelo à presidência:

– O presidente da Assembleia tem dado demonstração de sua integridade e de seu equilíbrio e vale a pena lembrar a posição dele de cumprir com firmeza a decisão do judiciário no caso da minha posse, quando o presidente anterior estava tentando sabotar e foi graças a Ricardo Marcelo que tudo pôde ser realizado.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.