Manoel Júnior escapa mais uma vez de notificação do TSE

Pela segunda vez em menos de duas semanas, o deputado federal pela Paraíba, Manoel Alves da Silva Júnior (PMDB) não foi localizado pelo TSE para ser notificado na ação que o acusa de infidelidade partidária e que é movida pelo primeiro suplente, Bonifácio Rocha (PSB).

Diante de mais um insucesso da justiça eleitoral, o político paraibano vai ganhando tempo no exercício do mandato, sem que a ação tenha o seu verdadeiro início, pois só começará a transcorrer de fato, com a apresentação de sua defesa, causando, assim, o atraso no julgamento do processo.

O TSE já obteve êxito em notificar o também deputado federal, Marcondes Gadelha, que também responde a idêntico processo por acusação de infidelidade partidária.

Diferente de Manoel Júnior, Marcondes Gadelha foi facilmente localizado pelos oficiais do TSE. O mais curioso é que, mesmo tendo gabinete e obrigações como parlamentar na Câmara Federal, Manoel Júnior ainda não foi achado para ser citado pela justiça.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.