Mangueira protesta contra “ritmo de tartaruga” do diretório do PMDB

O vereador Mangueira não escondeu hoje sua insatisfação com os rumos de seu partido, o PMDB. Em entrevista concedida na Câmara Municipal de João Pessoa, ele disse que o diretório municipal estaria vivendo uma situação de "caos", e andando em "ritmo de tartaruga". Em suas queixas, o parlamentar também disse que o dirigente municipal, Benjamin Maranhão, não teria tempo para cuidar da agremiação por causa das atribuições como deputado federal e sua presença em Brasília, onde trabalha durante a semana.

– Vivemos uma democracia. Eu espero que as lideranças e filiados do PMDB vejam o caos em que está o diretório municipal e coloquem alguém lá para fazer o partido continuar sendo o maior do Estado. Ninguém vê uma reunião acontecer. Eu sou partidário, mas estou desgostoso com algumas pessoas do PMDB. Eu queria que a cúpula do partido fizesse a legenda andar. Está em ritmo de tartaruga. Não crescem as discussões internas e nem as conveniências. Acho que o melhor nome é de um vereador. Pode ser eu ou Fernando Milanez ou outras pessos que querem que o partido cresça. Benjamin Maranhão vive em Brasília, não tem tempo para fazer com o que o partido se desenvolva.

Recentemente, o vereador Mangueira protagonizou outro estremecimento com Benjamin Maranhão ao se queixar de não ter recebido convite para a posse do deputado federal no Congresso Nacional e nem da irmã dele, Olenka, na Assembleia Legislativa, apesar de ter trabalhado na campanha eleitoral para ambos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.