Major Fábio diz que greve continua até receber contraproposta

O ex-deputado federal Major Fábio (DEM) disse no final da noite de ontem à jornalista Cláudia Carvalho, via Twitter, que não vê motivos para atender ao pedido dos representantes do Governo do Estado e suspender a greve da Polícia Militar, deflagrada na última segunda-feira. Segundo ele, mesmo com o movimento em curso, já houve negociação entre grevistas e secretários do Governo. No final da manhã e parte da tarde, lideranças da Segurança Pública se reuniram com o secretário de Comunicação do Estado, Nonato Bandeira, e apresentaram, a pedido dele, uma pauta de reivindicações que ficou de ser analisada pelos secretários da área econômica.

Fábio revelou que o pedido dos grevistas é pelo pagamento integral da Leis que compõem a chamada "PEC 300 da Paraíba". Segundo ele, somente quando o Governo responder ao pleito dos policiais é que a categoria decidirá se volta ao trabalho: "Ao ser apresentada a proposta pelo Governo, levaremos à Assembléia Geral que é soberana para tomar as decisões pelo voto", disse ele, acrescentando que torce pelo fim do impasse: "Estou torcendo por isso também. Aguardando na praça desde a manhã, sem arredar o pé. Juntos, fortes e de cabeça erguida".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.