Major Fábio confirma rompimento com Ricardo e admite sair do DEM

O deputado federal Major Fábio (DEM) confirmou hoje na Rede Paraíba Sat seu rompimento com o governador recém empossado da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). Segundo ele, o motivo do afastamento político foi a sinalização do chefe do executivo sobre a impossibilidade de pagamento da PEC 300, considerada como "uma farsa" pelo governador paraibano.

– Fui ético até o final da campanha, mas muitos policiais já me pediam para votar em José Maranhão no segundo turno. Ricardo Coutinho nunca me enrolou. Eu sabia que ele não iria pagar a PEC 300 e usaria todos os métodos para não pagar. Ontem, eu tive certeza. Peço desculpas aos policiais por ter votado em Ricardo Coutinho. Foi uma grande decepção para mim. Dizer que o Estado não tem dinheiro, é muito fácil. Se fosse para fazer concurso, eu estaria vibrando. Mas, Ricardo não fez concurso na prefeitura.  A gente erra e eu errei. Não tenho admiração por Maranhão, mas acho que eu deveria ter ficado neutro na eleição.

De acordo com o parlamentar, a motivação do rompimento não teria caráter pessoal:

– Eu prefiro continuar com os policiais e bombeiros. Abro mão de qualquer cargo para ficar com meus companheiros. Não comuniquei a Efraim Morais, mas se for preciso, me afasto da executiva estadual porque eu não sigo mais a orientação de quem quer agir como rei. Um governador tem que ter a hombridade de conversar. Não queria um telefonema para mim, ele não conseguiu eleger o deputado dele, Edvaldo Rosas, que perdeu para mim nas eleições. Eu não tive ajuda financeira de ninguém e nem suporte para a campanha. Eu não vou dar a suplência que não é minha a quem perdeu a eleição mesmo com a estrutura da prefeitura. Ricardo não me deu um telefonema para discutir esse assunto. Ele queria mandar Edvaldo Rosas para a Câmara Federal e eu não trairei meus amigos. Prefiro meus amigos a qualquer cargo.

Finalmente, Major Fábio informou que vai se reunir com seu grupo político nos próximos dias para decidir que rumo partidário tomar.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.