Mais de 400 participantes prestigiam encontro do MDB Mulher na capital

 

Mais de 400 mulheres se reuniram no Tambaú hotel na manhã deste sábado, 17, atendendo ao convite da presidente estadual do MDB Mulher, Olenka Maranhão. A frente feminina do Movimento Democrático Brasileiro na Paraíba comemorou o mês da mulher com um evento especial que reuniu música, palestras e o debate sobre a violência contra a mulher.

Representantes de vários setores da sociedade e autoridades políticas se fizeram presentes nesse que foi o primeiro encontro do MDB Mulher de 2018. Segundo Olenka, esse é apenas o início de um ano intenso de trabalho. “O encontro de hoje mostrou a necessidade que nós temos de nos unirmos para assim nos fortalecermos como mulheres e principalmente como cidadãs”, disse a pré-candidata a deputada estadual.

A prefeita Rosalba Mota, do município de São José do Bonfim, no sertão paraibano, viajou cerca de quatro horas para participar do momento que considera essencial para o fortalecimento da democracia e da força da mulher. “Todos os dias são nossos, mas precisamos nos fortalecer e quando falo isso é também em relação ao apoio que os homens precisam nos dar”, destacou.

Amanda Lima, vereadora do município Rio Tinto, também elogiou a iniciativa do MDB Mulher. “Um evento organizado, bonito e representativo. Ver tantas mulheres reunidas me inspira a fazer ainda mais por elas”, afirmou.

Recém-filiadas, correligionárias, representantes de outros partidos e mulheres que fazem parte da história do MDB na Paraíba estavam entre as convidadas. Josenete Dantas era uma delas, filiada há mais de vinte e cinco anos, a defensora pública aposentada chamou a atenção para a necessidade da participação da mulher na política. “Assim como cuida da casa e da família, a mulher precisa se comprometer mais com os destinos do nosso município, estado e do nosso país”.

Entre os homens, que também prestigiaram o evento do MDB Mulher Paraíba, destaque para o senador José Maranhão que falou sobre a importância e a competência da mulher na política e condenou fortemente a violência que tem vitimado milhares todos os anos no nosso país. O emedebista citou o caso da vereadora Marielle Franco, morta no último dia 14. “As mulheres não podem se calar. O que a vereadora Marilelle fez vai continuar reverberando na sociedade e é preciso que esse coro se fortaleça e que esse grito ecoe”, finalizou o pré-candidato ao Governo da Paraíba.

Comentários