Magno aconselha críticos de Veneziano a trabalhar por Campina Grande

O Coordenador de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande, Carlos Magno, afirmou hoje que os críticos do prefeito Veneziano Vital do Rego “deveriam esquecer essa picuinha e politicagem toda e se preocupar em trabalhar pela cidade”. Ele afirmou que a estratégia de “criticar, faltar com o respeito e criar fatos políticos inverídicos sobre a administração Veneziano não deu certo em 2004, não deu certo em 2008 e fatalmente não dará em 2012”. A frase foi uma referência direta ao discurso feito pelo vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) durante a convenção realizada pelo PSDB no último domingo e que lançou o deputado federal Romero Rodrigues (PSDB) como pré-candidato do grupo à sucessão municipal em 2012.
 
Para Carlos Magno, estas pessoas deveriam deixar a discussão sobre candidaturas a prefeito para o tempo certo. “O momento é de trabalhar pela cidade. Veneziano está preocupado com a administração. Ele tem obras importantes para tocar, a exemplo do asfaltamento de mais de dez ruas importantes da cidade agora em julho. Tem os investimentos em saneamento de Galante, do Novo Horizonte, casas para entregar no final do mês e muito mais”.
 
Carlos Magno lembrou que os próprios críticos de Veneziano tem mandatos a cumprir, outorgados pelo povo, e devem satisfação à sociedade sobre o que precisam fazer pela cidade. “O povo os elegeu não para fazer politicagem, para estar, a mais de um ano da eleição, discutindo quem vai ser candidato ou deixar de ser. O povo quer trabalho”.
 
Festival de Inverno – Carlos Magno lembrou que Campina Grande está para sediar a trigésima sexta edição do Festival de Inverno, um dos mais importantes eventos culturais da Paraíba. “É bom que se pergunte ao vice-governador, por exemplo, o que ele, que é de Campina e conhece o Festival de Inverno muito bem, está fazendo pelo evento”.
 
O Coordenador lamentou que a falta de atenção que o Governo do Estado demonstrou com o São João se repita agora, com o Festival de Inverno. “Foi com tristeza que li nos jornais e ouvi nas rádios o lamento de Eneida Agra por conta do que ela, Mirna Maracajá e outros ativistas culturais da cidade consideraram uma tremenda falta de respeito e consideração do Governo do Estado com a cultura de Campina Grande”.
 
Para o coordenador, “tai um bom momento para que o vice-governador demonstre sensibilidade com Campina Grande e seus anseios. Pare de falar e trabalhe, é isso o que o povo exige. Deixe a questão política para o momento oportuno”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.