Lula diz que talvez sua deficiência seja intelectual

Ao participar da cerimônia de posse do primeiro juiz cego do Brasil –Ricardo Tadeu da Fonseca, no TRT da 9ª Região–, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o preconceito é "uma doença que ainda não desapareceu na sociedade", mas que é preciso combatê-lo "com perseverança". Ele citou seu próprio exemplo, por ter chegado à Presidência da República.

"A história da humanidade vai escrever um dia que o Brasil talvez seja o primeiro país do mundo que elegeu um presidente e um vice que não têm diploma universitário", disse.

Para o presidente, "o conhecimento que nós aprendemos na universidade é apenas um aperfeiçoamento daquilo que a nossa inteligência contém".

"Talvez minha deficiência, diferentemente da do Ricardo, seja deficiência intelectual", ironizou Lula.

Antes de ser nomeado desembargador, Fonseca foi procurador do Ministério Público do Trabalho. Desde o nascimento, o magistrado sempre conviveu com problemas de visão. Aos 23 anos, perdeu completamente as funções visuais.

Agência Folha

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.