Lula diz que Brasil teve muitos governantes de “duas caras”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que o Brasil teve muitos governantes de "duas caras", que prometiam mas não realizavam as obras de transposição do rio São Francisco. Em discurso durante visita às obras, em Buritizeiro (MG), Lula disse que hoje seu governo se dá "ao luxo" de dar início a um projeto idealizado por D. Pedro 2º.

"Essa obra, quase 200 anos depois, não conseguiu andar para a frente, porque nós tivemos muitos governantes de duas caras, que prometiam fazer a obra em um Estado e não faziam a obra, e prometiam não fazer em outro Estado", afirmou.

Até sexta-feira (16), Lula visita as obras de revitalização e integração do rio São Francisco em quatro Estados: Minas, Bahia, Pernambuco e Paraíba. Hoje, o presidente disse que no roteiro inicial da viagem não estava previsto "fazer comício", mas justificou ao dizer que quer "fazer uma sinalização para o Brasil e para o mundo".

Segundo Lula, pelo menos três pessoas já foram os responsáveis pelo projeto para "levar água para 12 milhões de brasileiros": o vice-presidente José Alencar, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) e agora o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional).

Na segunda-feira, em seu programa de rádio "Café com o Presidente", ele afirmou que a obra é vital para o país e que, além de recuperar as margens do rio, vai levar água para 12 milhões de pessoas.

Lula disse que a obra custará mais de R$ 6 bilhões, e inclui recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). "Uma parte dela ficará pronta até 2010, outra parte ficará pronta até 2012. O dado concreto é que alguém tinha que fazer, e nós estamos fazendo. É uma obra muito importante e ela vai tornar as regiões brasileiras menos desiguais."

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.