Lula apóia reivindicação da CUT-PB

O presidente Lula intercedeu hoje junto ao Governador da Paraíba, José Maranhão, para atender a uma reivindicação da Central Única dos Trabalhadores na Paraíba (CUT-PB). Trata-se da criação da Secretaria Estadual da Agricultura Familiar. O governador atendeu ao pedido do presidente e informou que irá criar a nova secretaria até dezembro deste ano.

De acordo com o presidente da CUT-PB, Luís Silva, a intervenção de Lula junto a Maranhão foi determinante para uma ação do governo que vai auxiliar os trabalhadores rurais e gerar desenvolvimento econômico no sentido de aumentar a produção de alimentos e demais produtos essenciais para a população. A nova Secretaria de Agricultura Familiar deverá buscar novos recursos junto ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e ao Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf). “Tudo isso sem gerar despesas extras para o Governo do Estado, já que Maranhão deverá desmembrar a atual Secretaria da Pesca para formar o novo órgão”, destacou o presidente da CUT-PB.
   
O encontro entre José Maranhão, Lula e os representantes da CUT-PB se deu hoje, durante uma visita do presidente ao Estado. Na ocasião, o presidente da entidade, Luís Silva, entregou um documento solicitando do Governo Federal providências para o desenvolvimento do Estado, como a inclusão da Paraíba na Transnordestina, a malha ferroviária que deverá beneficiar o Nordeste. Além disso, a CUT também reivindicou a regulamentação de diversas profissões, entre elas a de jornalista.

“O documento que entregamos ao presidente também solicita a realização de concurso público para agentes da Superintendência Regional do Trabalho. O concurso serviria para suprir a demanda por estes profissionais no interior do Estado, onde as fiscalizações estão demorando em torno de sete meses para serem realizadas por falta de fiscais, deixando o trabalhador a mercê de diversos tipos de irregularidades contra a legislação trabalhista e contra a segurança do trabalho”, destacou o presidente da CUT.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.