Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Luiz Couto faz discurso ácido contra Efraim na tribuna da Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Em uma semana repleta de repercussões negativas à nomeação das estudantes Kelly e Kelriany Nascimento da Silva como servidoras fantasmas em seu gabinete, o senador Efraim Morais viu o caso mais uma vez ser abordado nacionalmente quando o deputado federal Luiz Couto (PT) subiu hoje à tarde à tribuna da Câmara para um pronunciamento duro contra o episódio. Couto fez um histório de outras denúncias envolvendo Efraim e até os irmãos dele, Joácio e Inácio Bento. Couto ainda pediu que os fatos sejam apurados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público a fim de evitar o "corporativismo" do Senado.

Leia a íntegra do discurso:

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, há 1 ano na sua edição de número 2.113, de 20 de maio de 2009, a revista Veja trazia matéria sobre o Senador Efraim Morais, do Democratas, Paraíba, e seus fantasmas. À época, a revista denunciava que o Senador paraibano havia contratado 52 funcionários fantasmas pagos pelo Senado Federal. O Senador desconversou, e o Senado abafou o caso.
 
Eis que na semana passada, o Jornal Nacional da Rede Globo trouxe à tona mais um escândalo envolvendo o Senador: Duas estudantes, as irmãs Kelriany e Kelly, residentes em Brasília, denunciaram à Polícia Federal terem assinado procurações para receber 100 reais como bolsa de estudos na UnB. Primeiro, a UnB é uma universidade pública, não tem bolsa. Segundo, esse dinheiro, quando as duas tiveram que abrir uma conta, acabaram descobrindo que estavam na lista de funcionários do Senador Efraim Morais, mesmo sem nunca terem recebido os quase 4 mil reais mensais constantes do contracheque de cada uma e que nunca desconfiaram existir.

Isso é muito grave, e espero que o Senado tome providências. É preciso investigar. Quando denúncias chegam a esta Casa, elas são encaminhadas ao Conselho de Ética. Há, de certo modo, uma reação para fazer com que as investigações não caiam no esquecimento.

A partir deste momento, Sr. Presidente, o Senador passou a ocupar as manchetes dos maiores telejornais, jornais impressos, revistas, blogs, portais e sites de todo o País e da Paraíba. Este não é o primeiro escândalo envolvendo o Senador, é apenas mais um entre os inúmeros já denunciados neste período em que ele ocupa uma cadeira no Senado Federal.

Sempre colocam uma pedra em cima, pois o corporativismo do Senado fala mais alto. Mas, se o Senado Federal não der uma resposta convincente, e urgente, à Nação brasileira, corre o risco de este escândalo se transformar em uma bola de neve e vir a contaminar toda a Casa em pleno período eleitoral.
Não quero, com isso, condenar previamente o senador Efraim Morais, muito menos fazer juízo de valor. Ao contrário, sempre defendi e defendo o amplo direito de defesa de todos, sem distinção. Contudo, é preciso investigar em profundidade os fatos denunciados, que são de extrema gravidade. Se o Senador tiver culpa no cartório, merece ter o mandato cassado pelo Senado Federal, além de ser condenado e ter de devolver as quantias pagas pelo Senado em nome de funcionários-fantasmas.

Sr. Presidente, isso prova — e nós temos denunciado aqui — que o Sr. Joácio Morais, irmão do Senador Efraim Morais, foi Secretário de Saúde do Governo do Estado da Paraíba e se envolveu em um gigantesco escândalo de superfaturamento de medicamentos. Ainda hoje, tramitam várias ações na Justiça Federal contra o irmão do Senador.

O outro irmão do Senador, Inácio Bento, ex-superintendente do DER do Estado da Paraíba, está enrolado num caso envolvendo irregularidades no pagamento de quase 4 milhões de reais.

Então, nesse sentido, Sr. Presidente, é preciso que essa investigação possa ser feita não pela Polícia do Senado, porque não é uma Polícia Judiciária. É preciso que a Polícia Federal possa fazer a investigação, com profundidade, enfrentando todas as questões. É necessário também que o Ministério Público possa também estar acompanhando todo esse processo. Porque é de extrema gravidade, Sr. Presidente, aquilo que a mídia nacional tem revelado sobre esse escândalo que aparece agora no Senado Federal.


Muito obrigado, Sr. Presidente.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Eleição da UFPB terá três chapas e atual reitor concorre à reeleição

Anteriores

Marcelo Queiroga e Sérgio Queiroz 1

Sérgio Queiroz adia anúncio sobre participação do NOVO na chapa de Queiroga; veja

coutoreuniao (1)

Couto, Cartaxo e Ricardo se reúnem e atacam Cícero Lucena

bolsonaro1

Ao receber cidadania paraibana, Bolsonaro diz que político não tem ação concreta

viaturasfurtoenergia

Ação de combate ao furto de energia resulta em 7 prisões

d8b82c70-f3bd-46d3-9bfa-61ce8d61d00a

Setor de serviços na Paraíba cresce 11,4% e registra 2ª maior expansão do País, revela IBGE

mptdelivery (1)

MPT discute segurança do trabalho com sindicatos de entregadores e motoristas de aplicativos na PB

diozene

Padre é preso com armas e munição durante blitz em Campina Grande

Sabadinho Bom praça rio branco

Sabadinho Bom apresenta grupo Choramigo no mês em que se comemora o Dia Nacional do Choro

Bolsonaro em JP

Na capital, Bolsonaro manda recado a apoiadores: “Uma pessoa não vai resolver o problema de vocês”

Vacina contra gripe, influenza

Prefeitura de João Pessoa realiza Dia D de vacinação contra gripe e dengue neste sábado