Luiz Couto esmorece e não acredita mais no apoio do PT a Ricardo Coutinho

O Encontro Estadual do PT, realizado no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa, serviu para desanimar o deputado federal Luiz Couto e seus aliados, que defendiam a tese de composição do partido com o ex-prefeito da capital paraibana, Ricardo Coutinho (PSB). Hoje à tarde, em entrevista ao Parlamentopb, Couto já encarou a derrota e criticou os petistas pró-Maranhão. Segundo ele, o grupo de Rodrigo Soares teria se contentado com o atendimento de pleitos pessoais e abandonou teses partidárias como a manutenção de Luciano Cartaxo na condição de vice de José Maranhão (PMDB):

– O que nós verificamos é que o segmento majoritário quer tratorar o minoritário. A ideia de que foi passada de que José Dirceu viria para "enquadrar" os dissidentes, não era real. Ele não veio em nome da executiva e nem do diretório nacional. Ele tem uma posição claríssima, com a qual não concordamos, mas estamos vendo que a maioria aqui presente quer entregar o PT ao governador José Maranhão. É muito triste que estejamos rastejando para indicar o vice, quando o governador diz claramente que não quer. O partido não faz nenhuma defesa do atual vice governador. Se eu fosse o vice, com a indicação do partido e tivesse recebido o carão do governador, eu romperia. Esse pessoal está cheio de cargos, de benesses, de compromissos para deputado federal e estadual. Cada um pensa no seu umbigo, no seu projeto pessoal. Eles não vão romper, não. Maranhão vai dizer que eles já têm mais do que pediram. A fatura já foi paga. Dizer que Maranhão vai apoiar Dilma é o óbvio ululante!

Couto ainda declarou que o diretório estadual do PT se "agachou" ao PMDB e criticou José Maranhão por tentar censurar a imprensa e reagiu à tese de apoio ao peemedebista:

– Não vamos aceitar isso de modo algum!
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.