Luiz Couto convoca lideranças petistas e quer bater martelo sobre candidatura

Cláudia Carvalho

A semana de intensa repercussão em relação ao manifesto que lançou Luiz Couto (PT) como pré-candidato ao Senado causou a reação do padre. Ele convocou para este sábado as lideranças do partido para uma reunião que considera definitiva. Depois de acompanhar as declarações contrárias de petistas como Rodrigo Soares, Jeová Campos, Frei Anastácio, Luciano Cartaxo e Giucélia Figueiredo, o deputado resolveu chamar todos para conversar e solicitar o apoio à sua postulação. Se esse aval não for dado, ele admite concorrer novamente a deputado federal no ano que vem.

A assessoria do deputado federal repassou a informação com exclusividade ao Parlamentopb e acrescentou que Couto trabalha com a seguinte estratégia: ele acredita que se disputar o Senado abre vaga para que um petista chegue à Câmara dos Deputados e outros possam se lançar à Assembleia Legislativa. Caso seja candidato novamente à deputação federal, deixaria de fora da possibilidade de eleição os deputados Rodrigo Soares e Jeová Campos que pretendem exercer um mandato em Brasília a partir do pleito que se aproxima.

A princípio, a reunião de Luiz Couto com os líderes petistas deve ser realizada na sede do partido, na Avenida Coremas, no Centro da capital paraibana. A assessoria do parlamentar, contudo, admite que pode haver mudança nos planos, devido à falta de confirmação de alguns petistas.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.